sábado, 14 de março de 2009

Eu e a Politica

Hoje, enquanto tava em mais um dia de trabalho, ou seja em filmagens, com o pessoal da JSD e depois de ouvir todo aquele discurso pensei para mim.

Epah eu nunca votei, não faço intenções de me candidatar a nada, quem quer que vá para o poder vai ser sempre a mesma treta, para quê cansar-me? Porque sim, não votar também é um direito, errado, mas um direito.

Eu nunca votei simplesmente por não acreditar em nada do que eles, politicos, dizem e para ser sincero tenho aversão a políticos de qualquer espécie partidária. Esquerda, Direita, Centro, seja lá o que isso quer dizer e quem souber por favor que me explique, porque acho que acabam todos por fazer o mesmo.

No entanto concordo com algo que foi dito e que por acaso até foi tema de conversa com a Joana aka Zip, a geração do 25 de Abril, nomeadamente os nosso "pais", não nos deixam assumir o que por direito já é nosso e não nos deixam evoluir mantendo-nos sobre um controlo apertadissimo. Mas isto não se passa só na politica. Vejam as reliquias a darem aulas nas nossas escolas à 500 mil anos e os velhos a cairem de podres nas empresas ou seja lá onde for.

Mas claro também temos a bela geração seguinte, a geração morangos com açucar. Que raio de geração nos irá seguir. Seguir como quem diz porque os putos de agora não têm NADA na cabeça. Se calhar até diziam o mesmo da minha e da anterior, mas vi com os meus próprios olhos na televisão os estudantes do ensino superior a debaterem-se pelos seus direitos, a chamada geração Rasca, que no meu entender é a melhor geração desde o 25 de Abril. Eu ainda participei em algumas manif enquanto estudante,se é que se podem chamar manif a meia duzia de putos de 19 anos com faixas a dizer abaixo as propinas e fazerem cordão humano na entrada da escola superior de gestão de Viana do Castelo. E agora pergunto, ondes estão os estudantes de agora? Estarão acomodados ao que têm? Ao pagar 800 e tal euros? Onde estão os presidentes das Associações?

Enfim desviei-me uma beca do tema.

Vejamos os ultimos primeiros ministros de Portugal.

Durão Barroso abandonou o cargo a meio e a substitui-lo o Santana Lopes que também não aguentou muito tempo lá. Eleições antecipadas e tal e o senhor engenheiro Sócrates que agora está metido no escandalo do freeport ou lá o camander.

Tipo o que é isto??? 3 primeiros ministros que praticamente nada fizeram pelo Povo Português e só olharam para o seu próprio umbigo.

Mas não descartando a "oposição" que mais parecem uma cambada de anormais. Vou falar na oposição actual poruqe é a que me vem mais à memória. Partido Comunista, só cotas, tão simples como isto, queremos pessoas fechadissimas e ainda agarradas ao passado a comandar? PP, simplesmente não gosto do Paulo Portas e muito menos dos ideais do partido (ai podem me acusar de não ter argumentos válidos porque não tenho). Agora a maior palhaçada, o PSD, basta dizer problemas internos. Quem não sabe cuidar da sua casa, muito menos saberá cuidar da dos outros. Bloco de Esquerda, radicalistas demais para o meu gosto com meia dúzia de putos a pensarem que fazem politica.

Já tou a ver o pessoal a chamar-me anarquico. Talvez o seja mas sou à minha maneira e para mim mesmo e não contamino ninguém com as minhas teorias da treta. Sou livre de pensar o que me apetecer e quando me apetecer.

Não gosto de mentiras nem sinismo e por isso não gosto de politica.

Tenho dito.


1 comentário:

asg disse...

deixa andar, se eu mexer uma palha não muda nada.

é esse o espírito...

PROCRASTINAR :rulla: